X
X
 

Pick-upau online
Charles Darwin+

A teoria da evolução foi quase ameaçada por uma mulher

A famosa viagem de Darwin a bordo do navio HMS Beagle, foi de fundamental importância para a humanidade, seja ela positiva ou não. O que poucos sabem é que ela foi colocada em risco por uma mulher, Fanny Owen. A informação é do pesquisador Nélio Bizzo, professor da Faculdade de Educação da USP, que pesquisou a biblioteca pessoal de Darwin.

Fanny Owen era amiga de infância das irmãs do naturalista. Chegaram a namorar, enquanto ele estudava na Universidade Cambridge, mas acabou sendo noiva de outro. Meses antes da viagem, acabou o noivado e ela tentou encontrar Darwin nas docas onde estava o Beagle, mas procurou pelo navio errado.

Antes do inicio da expedição, trocaram cartas onde lamentaram o desencontro e Fanny Owen prometeu esperá-lo, de acordo com Bizzo, as mensagens tinham o tom de “quem gostaria de aceitar uma proposta de casamento”.

Darwin tentou levar o irmão de Fanny, Francis, com o suposto objetivo de manter a relação, mas o capitão Robert FitzRoy negou o pedido.

"Não sei se Darwin iria desistir da viagem, mas provavelmente ela o convenceria a voltar mais cedo. Este era o 'plano B', já acertado com o capitão [Robert] FitzRoy: Darwin poderia desembarcar em qualquer porto. Provavelmente, ele não iria além de Montevidéu, especialmente se o jovem Francis fosse com ele", afirma Bizzo. "Não creio que Darwin ficaria quase cinco anos longe de casa se ela o estivesse esperando para casar."

Reprodução


Mas quando o Beagle desembarcou no Rio de Janeiro no início de 1832, Darwin recebeu uma carta de Fanny, dizendo que iria se casar com outro “Foi uma grande decepção amorosa”, diz o professor da USP.

Quase três anos após a volta do Beagle, 1839, o criador da teoria da evolução acabou se casando com Emma Wedgwood, sua prima. Tiveram no total de dez filhos – três morreram ainda crianças.

Darwin não passou dificuldades, no plano de vista financeiro. Nasceu em uma família de burgueses, recebia 400 libras esterlinas por ano da família de Emma – o valor na época era equivalente ao dobro do salário de um professor em Cambridge. Ganhava também uma “mesada” do seu pai, depois começou a receber pelas vendas de livros e propriedades rurais.

Cursou medicina e estudou para ser clérigo da Igreja Anglicana. Mas quando estava em Cambridge passou a assistir às aulas de botânica com John Henslow, figura decisiva para o biólogo. Através dele, Darwin recebeu o convite do capitão FitzRoy.

Morreu no dia 19 de Abril de 1882, com 73 anos, de ataque cardíaco. Foi enterrado na Abadia de Westminster, em Londres.
Natália Souza/Pick-upau
Da Folha