X
X
 

Pick-upau online
Charles Darwin+

Confira cinco influências de Darwin na tecnologia

Charles Darwin influenciou não só a biologia ou as ciências sociais, mas também para o desenvolvimento tecnológico. O site Techradar fez uma lista explicando as referências darwinianas: "cada nova aplicação refuta a ideia de que a evolução não pode ser provada, ou que não pode ser testada; são provas inequívocas da ação da evolução e da continuidade do poder das ideias de Darwin."

As principais influências de Darwin sobre a tecnologia:

Já em 1950, os computadores estavam rápidos o suficiente para gerar resultados úteis. Essa evolução da informática inspirou o desenvolvimento de uma formula de “raciocínio” para as maquinas. Esse algoritmo genético trabalha como uma alternativa semelhante a da seleção natural. Ou seja, as soluções mais bem-resolvidas são escolhidas, reproduzidas, enquanto as que não se saem bem são separadas e descartadas.

Ótimo para resolver os problemas difíceis, ou criar soluções originais; as aplicações foram variadas desde inventários de estoques até videogames.

Design de videogames

Nos games, sua influencia se destaca na década de 60, quando um dos programas de elaboração de jogos que tinha o nome de Darwin e fazia como que programas vitoriosos se autocopiassem na memória vaga.
Reprodução

Will Wright desenvolveu um jogo chamado “Spore” em que o jogador pode criar uma civilização. Apesar de ser tão pouco, ele foi inspiração para um jogo mais influente: o “Core War”, muito semelhante a vírus de computador, por se multiplicar tão facilmente. Estratégias e contra-estratégias fazem parte do desenvolvimento do programa.

A influência de Darwin, em jogos como “Spore”, simula estágios da evolução de espécies. Eleito pela revista norte-americana, “Time”, como a melhor invenção de 2008. Enquanto “Spore” não tem intenção cientifica, o “Creatures” é completamente modelado na reprodução biológica.

Robótica

“A pesquisa [em robótica] é inspirada pela evolução dos animais, das estruturas mais simples aos organismos mais complexos, durante períodos evolutivos ao longo do tempo. Se você quer desenvolver um robô complexo, por que não usar a mesma rota da biologia?", diz Sethuraman Muthuraman, responsável pela pesquisa feita pela Universidade Robert Gordon, na Inglaterra.

A programação de robôs para uso em tarefas, qualquer que seja ela, é frequentemente demorada, suscetível a erros de processo. Por isso, as premissas evolutivas, da Escola de Engenharia, são o parâmetro de construção de andróides.

Engenharia
De acordo com o site NewScientist, simularam a seleção natural, baseada em computadores ligados na internet. Ela testa cada circuito eletrônico para identificar os que estão mais perto de produzir o desempenho desejado. Pela internet, os computadores enviam informações sobre os melhores projetos, que são combinados – simulação da reprodução sexual – e para produzir uma população com maior capacidade de mutação. Começando o processo de seleção com ela.

Produção em massa e aeroespaço

Volvo, fabricante sueca de automóveis, fez uso de um programa de evolução para trabalhos de fabricação complexa. Reduziu o tempo de criação do planejamento de quatro dias a uma semana, para apenas um dia.

Na Escócia, um programa parecido foi usado para administrar o estoque de suprimentos de 7 milhões de barris de uísque, um trabalho envolve cinco pessoas.

Nos EUA, um software, baseado em algoritmos genéticos auxilia a manutenção do trafego no sistema de controle aéreo do país.
Natália Souza/Pick-upau
Da Folha